Planos de saúde apresentam crescimento em 2021

São cerca de 49 milhões de beneficiários, conforme balanço foi divulgado pela ANS

(Foto: Arquivo / EBC)

Os planos de saúde apresentam crescimento em 2021. O segmento fechou o ano passado com aumento contínuo em 12 meses. É o que apontam os dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) referentes ao número de beneficiários de planos de saúde. Em dezembro, o setor totalizou 48.995.883 usuários em planos de assistência médica e 29.239.226 em planos exclusivamente odontológicos. No comparativo com os anos anteriores, a evolução tem sido sequencial desde julho de 2020.

No caso dos planos médico-hospitalares, em um ano houve incremento de 1.508.134 beneficiários – o equivalente 3,18% de aumento em relação a dezembro de 2020. No comparativo de dezembro com novembro, o crescimento foi de 283.167 usuários. O total de beneficiários é o maior número registrado desde janeiro de 2016, quando o setor atingiu 49.191.957 beneficiários nessa segmentação. Já nos planos exclusivamente odontológicos, foi registrado aumento de 2.563.104 beneficiários em um ano – o que representa 9,61% de crescimento no período – e de 330.693 em um mês (comparativo com novembro).

Leia também – Reajuste dos planos de saúde: como funciona?

Leia também – Qual é o futuro dos planos de saúde?

Em relação aos dados por estado sobre como os planos de saúde apresentam crescimento em 2021, no comparativo com dezembro de 2020, o setor registrou aumento de beneficiários em planos de assistência médica em 24 unidades federativas, sendo São Paulo, Minas Gerais e Paraná os que tiveram o maior ganho de beneficiários em números absolutos. Entre os odontológicos, 25 unidades federativas registraram aumento no comparativo anual, sendo também que São Paulo, Minas Gerais e Paraná, os estados com maior crescimento em números absolutos.

Outro detalhe interessante foi o crescimento de beneficiários por faixa etária. Na análise anual, a faixa etária de 39 a 43 anos foi a que apresentou o crescimento mais expressivo na assistência médica (7,12%), seguido pela faixa etária de 44 a 48 anos (6,49%). Também essas duas faixas etárias tiveram maior crescimento nos planos odontológicos – 12,76% para 39 a 43 anos e 12, 62% para 44 a 48 anos.

Panorama de 2021:

  • 48.995.883 beneficiários em planos de assistência médica
  • 703 operadoras ativas de assistência médica com beneficiários
  • 29.239.226 beneficiários em planos exclusivamente odontológicos
  • 254 operadoras ativas exclusivamente odontológicas com beneficiários
  • 18.964 planos ativos de assist. médica
  • 4.576 planos ativos exclusivamente odontológicos
  • São Paulo, Minas Gerais e Paraná são os estados com maior crescimento de beneficiários, no comparativo de dez.20 a dez.21 (Assist. Médica e Excl. Odontológico).

A ANS ressalta que os números podem sofrer modificações retroativas em função das revisões efetuadas mensalmente pelas operadoras. Clique aqui e confira as tabelas de evolução de beneficiários por tipo de contratação do plano e por UF em diferentes competências.

* Com informações da ANS

Leia também – Rol de procedimentos dos planos de saúde: a discussão na Justiça

Leia também – Inflação Médica: por que ela é diferente das demais?