notícias

Perspectivas e visões sobre o futuro da saúde no mundo serão destaques no 24º Congresso Internacional UNIDAS

O tema será ministrado por especialistas em Engenharia Nuclear e Gestão Hospitalar e Organização da Saúde

por Saúde Debate, com informações da Unidas

30/11/2021
Créditos: Divulgação

Discutir as perspectivas e visões sobre o futuro da saúde no mundo é o que propõe o primeiro painel do 24º Congresso Internacional UNIDAS – Desafios da Saúde Coletiva no Segmento Suplementar, que será realizado nos dias 1, 2 e 3 de dezembro, em formato híbrido, com participação presencial no CICB – Centro Internacional de Convenções do Brasil, em Brasília. 


"Informações sobre resultados processados para os usuários devem ser a base para a gestão das redes de prestadores de serviço, tanto para autogestões como para empresas e operadoras. Essa tendência, que já vinha se tornando nítida, foi acelerada pela pandemia. Os dados gerados para os pacientes serão o pilar para a instauração de atividade de remuneração com base em valor e irão forçar o alinhamento dos interesses de todos os players da saúde, redefinindo práticas comerciais e relacionamentos", afirma Clemente Nobrega. 


Leia também - Qual é o futuro dos planos de saúde?


Leia também - 24º Congresso UNIDAS debate desafios da saúde coletiva no segmento suplementar


Físico, com MBA em Engenharia Nuclear, consultor, escritor e palestrante especializado em Inovação, Clemente Nobrega, cursou Strategic Marketing Management, na Harvard Business School. O painel também conta com o especialista em Gestão Hospitalar e Organização da Saúde, pela Universidade Federal do Ceará e em Responsabilidade Civil e Direito do Consumidor pela Universidade de Fortaleza, Rogério Scarabel. O debate será moderado por Luís Fernando Joaquim, sócio-líder de Life Sciences & Health Care da Deloitte. 


De acordo com Nobrega, será necessário um processo de aprendizagem, pois exigirá habilidades que o setor ainda não desenvolveu. "Durante a minha apresentação, quero mostrar como autogestões, empresas e operadoras podem e devem montar projetos piloto que ajudem a acelerar a absorção do conhecimento necessário e de que forma quem sair na frente terá vantagem", afirma. 


O Congresso promovido pela UNIDAS – Autogestão em Saúde é uma das iniciativas para debater e trocar informação, promover networking e difundir conhecimento.   A entidade se dedica há anos à representatividade e fortalecimento das autogestões, segmento da saúde suplementar sem fins lucrativos em que a própria instituição administra o plano de saúde oferecido aos funcionários. 


Palestrantes internacionais e nacionais são os destaques


O 24º Congresso UNIDAS reunirá um time de especialistas que debaterá assuntos como: potencialidades e oportunidades para os planos de saúde, o futuro da saúde no mundo, ESG e o futuro dos negócios, inovação na construção de valor em saúde, legislação da saúde suplementar e privacidade e gerenciamento de dados e o papel da segurança da informação. Entre os palestrantes internacionais, destaque para Robert Janett, professor da Harvard Medical School (EUA), e Carla Barbosa, professora da Universidade de Coimbra (Portugal). 


Também terão os executivos de destaque como Arthur Sabbaf (diretor da Agência Nacional de Proteção de Dados – ANPD), Manoel Peres (presidente da Bradesco Saúde), Gustavo Glasser (CEO da Carambola), Adriana Ventura (Deputada Federal), Marcela Ungarretti (especialista em ESG da XP Inc), entre outros especialistas do setor.


Para conferir as informações completas dos palestrantes e painéis, clique aqui. 


O evento contará com palestras patrocinadas no primeiro dia, antes da abertura oficial. 


Serviço: 

Evento: 24º Congresso UNIDAS – Desafios da Saúde Coletiva no Segmento Suplementar 

Formato: híbrido – presencial e virtual 

Local: CICB – Centro Internacional de Convenções do Brasil, Brasília, DF 

Data: 1, 2 e 3 de dezembro de 2021 

Inscrições: www.24congresso.unidas.org.br . Vagas limitadas 

Aberto ao público 



Leia também - UNIDAS disponibiliza novos cursos no Campus EaD


Leia também - O futuro da medicina e o redesenho do mercado de saúde


leia também