colunas

Por que precisamos falar sobre a saúde do homem?

Porque homem também precisa se cuidar!

por Jociane Casellas

28/11/2019
Sobre: Homens normalmente se cuidam menos do que as mulheres
Créditos: Pixabay

Porque homem também precisa se cuidar!!


Vários estudos comparativos entre homens e mulheres têm comprovado o fato de que os homens são mais vulneráveis às doenças, sobretudo às enfermidades graves e crônicas, e que morrem mais precocemente que as mulheres.


E os homens se cuidam? Menos do que as mulheres!


Os homens não buscam, como as mulheres, os serviços de atenção em saúde, exames preventivos, consultas, etc. Justificam falta de tempo, muito trabalho, alegam bem-estar geral.


O imaginário social espera que os homens sejam fortes, viris e invulneráveis, enfatizando a associação do cuidar e ser cuidado somente ao âmbito feminino, gerando assim práticas pouco efetivas de autocuidado e pouca atenção à saúde masculina.


Tudo isso muitas vezes associado ao medo desencadeado pelo estigma do câncer, o que retarda a procura por serviços médicos e, consequentemente, o diagnóstico feito tardiamente pode ter consequências graves.


Mas, e o que é o câncer?


Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado de células que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se para outras regiões do corpo, o que chamamos de metástase.


No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma).


Em valores absolutos e considerando ambos os sexos é o quarto tipo mais comum e o segundo mais incidente entre os homens. 


Em sua fase inicial, o câncer da próstata tem uma evolução silenciosa. Por isso, muitos homens não apresentam nenhum sintoma ou, quando apresentam, são semelhantes aos do crescimento benigno da próstata.


Quando alguns sinais começam a aparecer, 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura.


Veja alguns sintomas:


*A sensação de que sua bexiga não se esvaziou completamente e ainda persiste a vontade de urinar;

*Dificuldade de iniciar a passagem da urina;

*Dificuldade de interromper o ato de urinar;

*Urinar em gotas ou jatos sucessivos;

*Necessidade premente de urinar imediatamente;

*Sensação de dor na parte baixa das costas ou na pélvis (abaixo dos testículos);

*Problemas em conseguir ou manter a ereção;

*Dor durante a passagem da urina;

*Dor na ejaculação;

*Dor nos testículos, dor lombar, na bacia ou nos joelhos


Conheça alguns fatores de risco:


Se houver dois ou mais parentes de primeiro grau portadores da doença e se esta for descoberta antes dos 60 anos de idade.


A doença é definida como hereditária, quando:

- Três ou mais parentes de primeiro grau são afetados.

- Dois parentes de primeiro grau forem diagnosticados antes dos 55 anos de idade.

- Quando acontecer em três gerações consecutivas (avô, pai e filho)


Na presença de alguns desses critérios, o risco de desenvolver a doença é de 50%.


Assim como em outros tipos de câncer, a idade é um marcador de risco importante, uma vez que tanto a incidência como a mortalidade aumentam exponencialmente após os 50 anos.


Por isso, atitudes preventivas podem e devem ser aliadas ao nosso dia a dia, visando saúde, bem-estar e longevidade.


Cuidados com alimentação balanceada associada à prática de exercício físicos e cuidados para com a saúde emocional são grandes contribuintes para uma vida leve.


Precisamos investir em educação voltada para a superação do preconceito para que o homem admita as suas fragilidades e passe a se preocupar com a sua saúde física e mental.


Fragilidades fazem parte do ser humano, saber lidar com elas é o que faz a diferença.


Todos estamos suscetíveis a termos algum abalo em nossa saúde em algum momento de nossas vidas, e com o envelhecimento as chances também aumentam. Portanto, ao adotarmos ações preventivas com relação tanto a saúde física como mental, as possibilidades de termos uma vida mais plena e com mais qualidade, com certeza aumentarão.


No mês dedicado à saúde do homem deixamos aqui esse alerta, cuide mais de si, escolha ter uma vida cada vez mais saudável para desfrutá-la com plenitude juntos daquele que ama.


Já fez seus exames preventivos?


leia também