notícias

Efeito da pandemia: diagnósticos de câncer de rim, próstata e bexiga caem 26%

Dados foram divulgados pela Sociedade Brasileira de Urologia - regional São Paulo

por Saúde Debate, com informações da Agência Brasil

05/03/2021
Sobre: Diagnóstico de câncer caiu durante a pandemia, segundo SBU-SP
Créditos: Pixabay

Os diagnósticos de câncer de rim, próstata e bexiga caíram, em média, 26% no período da pandemia da Covid-19 em 2020, em comparação a igual período de 2019. As informações, divulgadas nesta quinta-feira (4 de março), fazem parte de pesquisa encabeçada pela Sociedade Brasileira de Urologia de São Paulo (SBU-SP), em parceria com instituições de saúde paulistas responsáveis pelo atendimento de pacientes pelo Sistema Único de Saúde (SUS).


“O medo de contrair o Covid pela exposição a ambientes potencialmente contaminados como consultórios, clínicas e hospitais tem impedido muitos homens de procurar ajuda médica. Porém, a recomendação da comunidade científica é que os pacientes não deixem de fazer suas consultas de rotina e, quando estão em tratamento, não abandonem a terapia”, disse o presidente da SBU-SP, o urologista Geraldo de Faria. “Dependendo do estágio da doença, quanto antes o homem iniciar o tratamento, melhor será o resultado e possibilidades de cura”, acrescentou. 


Leia também - Março azul-marinho: um alerta sobre os cuidados na prevenção do câncer colorretal


Leia também - Mitos e verdades sobre o câncer na próstata


De acordo com o levantamento, o Hospital das Clínicas da Unicamp observou uma queda de 52% nos casos de câncer de bexiga e de 63% de rim. Já no Hospital AC Camargo Câncer Center, a redução foi de 24% para os tumores da bexiga e 29% para os de rim. Os dados para o câncer de rim do Hospital São Paulo mostraram redução no diagnóstico de novos casos de 35%.


Câncer de próstata


De acordo com a pesquisa, os diagnósticos de tumor de próstata – o segundo câncer urológico de maior prevalência na população masculina, e também a segunda maior causa de óbito do homem - teve uma redução média de 33% nas instituições apuradas. 


No Hospital AC Camargo Câncer Center, a queda foi de 48%; no Hospital das Clínicas da Unicamp, 61%. Em números absolutos, o Hospital São Paulo - Unifesp diagnosticou 57 novos casos de câncer de próstata em 2020, ante 76 em 2019. Já o Hospital das Clínicas da Unicamp atendeu 67 novos casos em 2020, contra 172 diagnosticados em 2019.


Leia também - Dramas e dilemas de pacientes com câncer em meio à pandemia da Covid-19


Leia também - Outubro Rosa: impacto da pandemia no diagnóstico precoce do câncer de mama


Leia também - Impacto da pandemia no diagnóstico do câncer infantil


Leia também - Alerta para diagnósticos tardios de câncer em crianças e adolescentes durante a pandemia


leia também